A Secretaria da Agricultura e do Abastecimento treinou na quarta (1º) e quinta-feira (2) cerca de 25 técnicos do Serviço de Inspeção do Paraná (SIP) que vão fazer o registro de alimentos de origem animal nas indústrias. De acordo com a Lei Estadual 16.531, é de responsabilidade do SIP o registro dos estabelecimentos de abate e produção de alimentos de origem animal, quanto ao registro dos alimentos produzidos.

Antes, essa responsabilidade era da Secretaria da Saúde e passou para a da Agricultura em 23 de junho deste ano. “Com o treinamento, os técnicos vão saber a forma correta de registrar os alimentos de origem animal”, disse o coordenador do treinamento, Abdel Naser.

O registro dos alimentos é importante principalmente para o consumidor, que terá garantia da sanidade do produto de origem animal que comprar. Naser lembrou que a alteração de responsabilidades será favorável tanto para os técnicos quanto para os estabelecimentos. “Os técnicos também serão beneficiados, pois permanecerão mais tempo dentro da indústria. E vai facilitar também para os estabelecimentos que poderão fazer o registro da área de produção e dos produtos no mesmo local”, disse o coordenador.

Com o registro dos alimentos, a Secretaria da Agricultura terá controle sobre o que o estabelecimento produz e poderá saber se a indústria está dentro das boas práticas de produção. Para Naser, o registro estará garantindo ao consumidor que o estabelecimento não adulterou os ingredientes do produto. “O registro trará tranquilidade para o consumidor, que saberá com certeza, que o produto que adquiriu está de acordo com a legislação vigente”, completou o coordenador.

Fonte: www.odiario.com

Categorias: -

Deixe uma resposta