Quem banca o resultado?Olá amigos leitores do meu site. Eu estava lendo um interessante artigo da Linda Hainlen, facilitadora certificada e consultora da Kirkpatrick Partners (http://www.kirkpatrickpartners.com/) sobre a necessidade de focar o resultado do programa de capacitação sempre e não somente a qualidade dos materiais e a originalidade e adequação das dinâmicas aplicadas. Entre outros parágrafos bastante pertinentes, destaco este:

“Uma vez que sabemos o que é importante, precisamos determinar como podemos apoiar as iniciativas importantes. Se pesquisas mostram que a maioria dos programas de treinamento falhar devido à falta de acompanhamento e apoio, precisamos construir isso em nossos planos. A maioria dos profissionais de aprendizagem são apresentadores de informação em vez de facilitadores de resultados. Ao concentrar os nossos esforços menos nos eventos e muito mais em aprender sobre a condução de resultados após o evento de aprendizagem, vamos realmente começar a obter resultados e, assim, agregar valor às nossas organizações”.

Esse parágrafo me remeteu à necessidade dos “sponsors”, os patrocinadores dos programas de treinamento. Para um iniciativa de capacitação alcançar excelentes resultados, é necessário que as pessoas queiram fazer, ou seja, estejam motivada, saibam fazer, adquiram os conhecimentos necessários e POSSAM fazer, ou seja, alguém com autoridade na organização deve “bancar” os esforços de capacitação, cobrar resultados e trazer para si a responsabilidade.

Jack Welch, o lendário CEO da GE e escolhido “o executivo do século” mantinha o credo no patrocínio dos programas de desenvolvimento que ocorriam em Crotonville, a Universidade Corporativa da GE. Welch se esforçava para estar na abertura de todos os programas de capacitação ocorridos lá, hipotecando seu apoio e afirmando seu compromisso com os resultados. Sua presença impunha respeito e seriedade ao trabalho, todos sabiam que o próprio CEO estava ali, esperando o melhor de todos.

Sempre que somos contratados, nós facilitadores, devemos buscar apoio na organização para que os resultados sejam acompanhados e os conteúdos ministrados sejam aplicados. Para nós, é excelente saber que houve evolução na condução dos negócios após nossa contribuição, que fizemos a diferença, porém sem alguém que banque esta empreitada, corremos o risco de não ver este resultado. A gente não quer só Avaliação de Reação, agente quer resultado efetivo.

Bom dia

Claudio Moreira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *