Qual o custo do seu tempo?Por que você precisa contratar um prestador de serviços para fazer determinadas tarefas por você? O Google conseguiu a proeza de disponibilizar quase 100% do conhecimento gerado pela humanidade na internet, existe uma miríade de informações, apostilas, tutoriais, cursos online pagos ou gratuitos, enfim, tudo que você deseje saber, do conhecimento mais elementar (como desfragmentar meu notebook, por exemplo) ao mais elaborado e por vezes incompreensível (o Bóson de Higgs, por exemplo) está ao alcance dos seus dedos. Então por que raios você deveria gastar seu suado dinheiro contratando profissionais externos?  Prestadores de serviços cobram por hora, independentemente da qualidade do seu trabalho, credenciais e reputação, você ainda pode tomar uma decisão baseada principalmente no custo.

Custo para quem?Qual é o valor do seu tempo?

Se alguém perguntar a você quanto você cobra por hora por um trabalho, o que você diria? Você leva em conta sua dedicação,  as horas investidas em viagens à trabalho, as despesas com capacitação, atualização, o quanto você perdeu com erros advindos da falta de intimidade com determinadas questões? Tudo isso indica o quanto você vale a pena por hora.

Aplique este valor em tudo que você faz. Vale a pena passar uma hora procurando por um produto mais barato para economizar R$300,00, ou é melhor comprar o item mais caro e investir suas horas trabalhando em algo mais produtivo para obter R$500,00, R$1.000,00 ou até mais? Lembre-se, se você (normalmente) está no comando da gestão do seu próprio tempo, como um gestor eficaz você precisa saber o valor do seu trabalho, quanto você custa por hora. Decidir este valor é garantir um gerenciamento do tempo lucrativo e eficaz.

Isso me remete àquela estoria sobre o profissional que ao ser questionado sobre o alto valor que cobrou para “apenas apertar um parafuso”, decompôs sua conta em 2 ítens: R$1,00 por apertar o parafuso e R$999,00 por SABER EXATAMENTE QUAL PARAFUSO APERTAR!

Se você sabe o valor monetário de seu tempo sabe como ele é valioso e isto é particularmente importante para os trabalhadores independentes, que são contratados ou administram uma empresa. Saber quanto custa sua hora ajuda-o a justificar determinados despesas que muitas pessoas  entendem como gastos, mas que só quem tem a noção exata do seu custo/hora, entende como investimento.

Boa semana!

Claudio Moreira

 

Categorias: -

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *