Palestras movimentam o Centro de Treinamentos do SENAR-RN
Durante a Festa do Boi no Rio Grande do Norte, o Centro de Treinamentos do SENAR está recebendo diversas palestras de interesse de produtores rurais do estado. Todas são gratuitas e voltadas para o aprimoramento da classe rural. A Festa do Boi acontece até o dia 20 de outubro no município de Parnamirim.

 Nesta terça e quarta-feira houve as palestras Melhoramento genético de bovinos e ovinos eAlimentação alternativa na apicultura. Em Melhorameno genético de bovinos e ovinos, o palestrante Ézio Capistrano explicou sobre a importância de um melhor trabalho com esses animais. “De 2004 a 2009, houve uma queda na produção de caprinos no estado e também uma substituição desses animais por ovinos. Essa notícia mostra que sofremos muito sem estudos. Por isso é fundamental o melhoramento genético e a capacitação dos produtores”, acredita.

 O presidente do Sistema FAERN/SENAR-RN, José Álvares Vieira acredita que esses encontros são fundamentais para os produtores rurais. “Esses temas estão na vanguarda da produção rural e merecem nossa atenção”, destacou.

Apicultura e seca

A palestra Alimentação alternativa na apicultura tratou da alimentação alternativa para apicultura e o desenvolvimento da cadeia do mel no estado. “O importante é que os agricultores descubram os benefícios das abelhas e o seu potencial econômico. E para isso, é necessário saber que a tecnologia e a profissionalização é item fundamental”, comentou o especialista Elder da Câmara.

O palestrante explicou que os produtores que desejam trabalhar com abelhas também precisam analisar a questão da seca. “Não é somente quem trabalha com pecuária que sofre com a questão da seca. As abelhas também são atingidas por essa problemática. Um estudo é muito importante para não entrar nesse mercado e ter problemas futuros”, disse.

As palestras no Centro de Treinamento seguem até sexta-feira (19), pela manhã e tarde. “Fora as palestras, ainda teremos um momento com técnicos do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária – IDIARN e do Ministério da Agricultura, que explicarão aos produtores sobre os perigos da febre aftosa”, revelou o superintendente do SENAR-RN, Luiz Henrique Paiva.

Fonte: http://www.cenariomt.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *