IBM reduz salário de funcionários em programa interno de treinamentoA empresa informou a uma parte dos funcionários da divisão Global Technology Services nos EUA que vai cortar 10% de seus salários durante seis meses

A IBM iniciou um programa interno de treinamento que vai reduzir em 10% o salário dos funcionários participantes durante seis meses. A informação está num memorando enviado aos funcionários da área de Global Technology Services da IBM no dia 12 de setembro,  ao qual a Computerworld teve acesso.

O memorando, enviado aos funcionários afetados pela decisão, inicia informando que uma avaliação identificou que “alguns gestores e empregados não têm conseguido adquirir o expertise e habilidades necessários para atender às mudanças das necessidades dos clientes e as exigências da tecnologia e do mercado”.  O memorando então avisa ao destinatário que “você foi identificado como um desses funcionários”, e informa que do meio de outubro até o final de março de 2015, “você vai dedicar um dia na semana”, ou 23 dias de trabalho no total, “a se concentrar em aprendizado e desenvolvimento”.

A empresa no entanto associa esse treinamento a uma redução do salário nesse período de seis meses: “enquanto você estiver passando parte do seu tempo de trabalho em atividades de aprendizado, você vai receber 90% do seu salário atual”. Segundo o memorando, os salários serão retomados integralmente em 1 de abril de 2015.

Reações

A porta-voz da IBM, Trink Guarino, disse que a empresa “está iniciando o programa para um número reduzido de funcionários de outsourcing estratégico nos EUA. O programa exige que os funcionários gastem um dia na semana desenvolvendo suas habilidades em áreas-chave para o crescimento, como cloud, analytics, mobile e social.” Uma fonte que conhece o programa disse que o percentual de funcionários afetado é pequeno, na casa de um dígito.

A reação foi negativa da parte de alguns funcionários da IBM. Um dos profissionais, que pediu para não ser identificado, disse que ao reduzir o salário de forma significativa “a IBM está esperando que esses funcionários não possam sustentar essa redução e que decidam demitir-se, liberando a IBM de ter de demiti-los e pagar verbas indenizatórias”.

Investimento conjunto

Embora os funcionários vejam o corte como injusto, a redução é vista pela gestão como um “investimento conjunto” do funcionário no seu treinamento, e uma alternativa melhor do que demitir e contratar novos funcionários que tenham as habilidades procuradas. Segundo a fonte, a medida não indica que os funcionários afetados não sejam competentes e sim que eles não possuem todas as habilidades necessárias no momento.

O grupo trabalhista Alliance@IBM recebeu reclamações de seus membros. Lee Conrad, coordenador nacional da Alliance, disse que “funcionários da IBM não têm problemas em aprender, mas combinar isso com um corte de salário é ultrajante e inaceitável”.

Fonte: http://computerworld.com.br/


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *