Não é sobre o treinamento, é sobre gestão de capacidade, diz Paul Matthews, especialista em aprendizagem no local de trabalho e fundador do People Alchemy.

Gestão de capacidade? Sim!

Gestão de capacidade? Sim!A cada momento do conturbado cotidiano organizacional estamos pensando sobre como será o futuro, cada dia menos distante e nos perguntamos se o que estamos fazendo atualmente  terá de mudar e se o que estamos fazendo vai permanecer relevante neste mundo novo e em rápida mudança. Não seria bom se o mundo parasse por tempo suficiente para que pudéssemos ter clareza sobre o que está acontecendo?

Em seus textos no site peoplealchemy.co.uk, Paul Matthews diz que “Muitas pessoas que atuam em treinamento raramente param para pensar por que eles estão fazendo o treinamento. A logística e as dificuldades de manter o departamento de treinamento funcionando são suficientes para encher seus dias e obscurecer o real propósito”. O real propósito é aumentar a capacidade dos colaboradores em responder positivamente às rápidas mudanças do ambiente empresarial. Como diz Paul, se você perguntar a um executivo sênior o que ele prefere, um colaborador que sabe muitas coisas e participa de muitos cursos de formação, ou um colaborador que é capaz de fazer o seu trabalho, a resposta será a capacidade, sempre.

Capacidade é conhecimento aplicado, por isso cabe a nós profissionais da aprendizagem, proporcionar aos participantes de nossas sessões de treinamento o maior numero possível de experiências práticas e vivências, entremeadas com conteúdos pertinentes, permitindo ao aprendiz adulto moldar sua retenção de conhecimento conforme suas características pessoais. A formação como a entrega indiscriminada de informações não faz mais sentido, as intervenções de qualquer espécie baseiam-se na análise de problemas e, por conseguinte, a necessidade de experimentação, contestação, conflito e transformação para atingir os resultados desejados. O Google é nossa enciclopédia, não precisamos de repositórios de conhecimento e sim de facilitadores.

Bem vindo aos novos desafios, Gerente de Capacidade. Boa sorte!

Claudio Moreira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *