Em treinamento, comece pelo fimOlá amigos leitores do meu site, como vão? Estava relendo alguns textos sobre avaliação de resultados em treinamento, os 4 Níveis de Kirkpatrick, e deparei com um conceito importantíssimo:

“Os facilitadores devem começar com os resultados desejados e, em seguida, determinar o comportamento necessário necessário para realizá-los. Devem determinar as atitudes, conhecimentos e habilidades que são necessários para produzir os comportamentos desejados. O desafio final é apresentar um programa de capacitação de forma que permita que os participantes não só saibam o que precisam saber, mas também a reagir favoravelmente ao programa. “

Rememorando este parágrafo, lembro de várias reuniões de briefing onde busquei trazer a questão de trás para frente, indagando meu cliente sobre o resultado desejado e recebendo como resposta o pedido “O que você tem para oferecer?”. Um raciocínio corriqueiro que explicita a relação produto x resultado e não resultado x produto. Não é condenável este tipo de pergunta, afinal é mais normal do que imaginamos ver muitos profissionais de aprendizagem correrem para suas empresas e começar a projetar e desenvolver programas de capacitação assim que saem de uma reunião com o cliente, boa parte das vezes com uma avaliação das necessidades bastante superficial, raramente levado para um ponto que esclareça completamente as expectativas da contribuição da formação para os negócios.

Questionar o cliente é fundamental, puxar sua real necessidade, como se desenrola um novelo de lã, buscando a ponta e suavemente trazendo o fio condutor até a outra ponta. Às vezes a necessidade do cliente está num pequeno nó lá no meio do novelo. Nossa função como facilitadores é ser assertivos nesta investigação.

É fundamental também que os resultados sejam definidos em termos mensuráveis ​​de modo que todas as partes envolvidas possam ver o sucesso da iniciativa. Resultados claramente definidos, aumentarão a probabilidade de que os recursos sejam utilizados de forma mais eficaz e eficiente para cumprir a missão.

Então iniciemos nossa semana, cheia de reuniões com clientes, pensando no resultado, para dele traçar as estratégias. Boa semana!

Claudio Moreira


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *