Apro e o Sebrae apresentam projeto para capacitação do mercado de audiovisualA APRO (Associação Brasileira da Produção de Obras Audiovisuais) e o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) apresentarão ao mercado audiovisual, no dia 13 de março, das 15h00 às 15h30, durante o RioContentMarket, seu Projeto de Capacitação Audiovisual para produtoras de micro e pequeno portes em todo o País. Os participantes do evento, que será realizado entre os dias 12 e 14 de março no Rio de Janeiro, poderão conferir os detalhes desse Projeto no estande do Sebrae (6 e 7), localizados no “lounge” do segundo andar da feira.

 Lançada em outubro do ano passado, a iniciativa busca oferecer às produtoras do audiovisual, cursos de capacitação em gestão empresarial, distribuição, formatação de projetos para leis de incentivo e editais, roteiro, desenvolvimento de projetos transmídia, aspectos jurídicos para direitos autorais, modelos de contratos referenciais, entre outros conteúdos.  Além da APRO e do SEBRAE, a ação tem a parceria do SIAESP (Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo) e da ABPITV (Associação Brasileira de Produtoras Independentes Televisão), e conta com o apoio da APEX Brasil, por meio de seus projetos setoriais de exportação. O Projeto é voltado não apenas às empresas associadas às entidades signatárias, mas aberto para todo o mercado de produção audiovisual nacional.

“Os cursos disponibilizados pela parceria com o SEBRAE irão proporcionar às produtoras a possibilidade de pensar novos formatos e plataformas e também preencher uma lacuna no mercado de produção audiovisual, pois grande parte das produtoras tem forte atuação em publicidade, mas pouca experiência em produção de conteúdo de entretenimento ou artístico. Ou vice-versa”, afirma Leyla Fernandes, presidente da APRO.

O Projeto, que na primeira etapa deverá durar dois anos e consumirá investimentos da ordem de R$ 4 milhões, pretende capacitar produtoras não apenas de São Paulo e do Rio de Janeiro, mas também Porto Alegre, Recife, Brasília, entre outras capitais brasileiras. “Pretendemos possibilitar às produtoras de todo o País pensar diferentes formatos e plataformas, propondo novas maneiras de idealizar, criar, produzir e exibir produções audiovisuais multiplataformas”, explica a presidente da APRO.

De acordo com Odete Cruz, Gerente Executiva de Capacitação da APRO, além da capacitação das produtoras, será feito uma pesquisa de mapeamento nacional do setor, para diagnosticar a verdadeira realidade do mercado de produção em todo o Brasil, com suas ameaças e oportunidades. “Esse mapeamento servirá também para nortear o caminho de políticas públicas do setor junto ao governo. Além disso, é extremamente importante o entendimento das reais necessidades das TVs, cinema, mídias digitais, programadores nacionais e internacionais, para a adequação dos conteúdos oferecidos nesse novo cenário da indústria do audiovisual”, explica a gerente executiva.

“O SEBRAE está na iniciativa com a perspectiva de aprender junto com as empresas do setor. Estamos abertos à percepção de como deve ser a atuação de uma produtora audiovisual, segmento que consideramos estratégico”, afirma Juarez de Paula, Gerente da Unidade de Atendimento Coletivo Serviços do SEBRAE. Para Luiz Barretto, Diretor- Presidente do SEBRAE, a entidade abraçou essa iniciativa por entender a importância do desenvolvimento da indústria audiovisual brasileira, capaz de mostrar para o mundo a cultura e essência de nosso povo, por meio de suas obras. “Além da exposição da cultura e da diversidade nacional, entendemos que, com o desenvolvimento das micro e pequenas produtoras de conteúdo audiovisual, novos empregos e divisas serão gerados” afirma.

Fonte: http://www.administradores.com.br/


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *