100 mil novas vagas em cursos gratuitos de capacitação profissional  

Foi anunciado nesta quinta-feira (18) pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SDECT) do Estado de São Paulo, a abertura de 100 mil novas vagas em cursos gratuitos de capacitação profissional do programa Via Rápida Emprego.

 Neste ano, o programa será estendido aos 645 municípios paulistas. Do total das vagas anunciadas, 60 mil são para cursos presenciais e 40 mil para cursos à distância, de inglês e espanhol, que serão oferecidos para profissionais envolvidos no setor de turismo e na organização de eventos esportivos, como a Copa do Mundo.

As capacitações em EAD serão executadas até 2014, em parceria com o Comitê Paulista da Copa.

Do total das vagas, 10.582 são na cidade de São Paulo, 8.312 na região metropolitana de São Paulo e 8.562 em Campinas.

Os candidatos selecionados receberão material didático, subsídio de transporte no valor de R$ 150 e auxílio alimentação de R$100. Desempregados, sem seguro desemprego ou benefício previdenciário, também têm direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210,00 durante o período da capacitação.

Do total das vagas, 5 mil serão para cidadãos em situação de extrema pobreza, cadastrados no programa São Paulo Solidário, da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Serão oferecidas 60 opções de cursos, como rotinas de escritório, jardinagem, eletricista, encanador e produção de mudas em viveiros.

O programa também vai oferecer capacitação profissional a 3 mil presos em regime semiaberto. As aulas serão ministradas dentro de unidades prisionais, localizadas na capital e em outros 43 municípios. Ainda foram reservadas 1.540 vagas em cursos específicos para pessoas com deficiência.

A seleção é feita pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, que considera critérios de idade, escolaridade e renda familiar dos inscritos.

As inscrições para os cursos do Via Rápida Emprego já estão disponíveis e devem ser realizadas exclusivamente pelo site www.viarapida.sp.gov.br.

Os documentos necessários são RG e CPF. Para participar é preciso ter idade mínima de 16 anos, ser alfabetizado e residir no estado de São Paulo. O nível de escolaridade e idade varia de curso para curso.

Quem não possui acesso à internet, pode procurar os postos do Acessa São Paulo. As primeiras turmas estão previstas para maio.

Fonte: http://www.portaldepaulinia.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *