O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, através do Projeto de Piscicultura, promove de 14 a 17 deste mês um curso de Cultivos de Peixes em Tanques Rede, em Teresina.

O treinamento, com trinta horas será ministrado pelo engenheiro de pesca e consultor do Sebrae no Ceará, Roberto Barreto Matos, sendo uma parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Senar; e Associação Piauiense de Piscicultura.

As aulas práticas do treinamento acontecerão na sede do Sebrae em Teresina e as teóricas numa propriedade aquícola, localizada na cidade de Beneditinos, distante 91 quilômetros ao norte de Teresina.

“Queremos, através dessa capacitação, reciclar e profissionalizar ainda mais os técnicos e consultores do Sebrae e das instituições parceiras do projeto. Serão repassadas modernas técnicas de cultivo de peixes e relatadas experiências de sucesso desenvolvidas em outros Estados”, explica a gestora da Unidade de Desenvolvimento Territorial do Sebrae no Piauí, Ana Lucia Oliveira.

Entre os assuntos que serão abordados no curso estão: confecção e instalação de tanques rede, nutrição de peixes, controle ambiental, técnicas de cultivo, qualidade de água, espécies cultivadas, arraçoamento de peixes, diagnóstico preventivo de algumas doenças de peixes, além de outros temas relacionados ao cultivo de peixes nessa modalidade.

PISCICULTURA

O Ministério da Pesca e Aqüicultura estima que esses segmentos formam um dos setores mais representativos na economia de vários países desenvolvidos e que movimenta no mundo anualmente quase US$ 150 bilhões; produzindo uma média de 143 milhões de toneladas de pescado e empregando cerca de trinta e cinco milhões de trabalhadores.

O segmento no Brasil movimenta R$ 3 bilhões por ano, com uma produção em torno de 1,1 milhões de toneladas e aproximadamente 3,5 milhões de trabalhadores.

As projeções oficiais é de que até 2011 o setor passe a representar no mundo uma fatia de mercado de cerca de R$ 5 bilhões por ano, tendo uma produção média de 1,4 milhões de toneladas e cinco milhões de trabalhadores.

Fonte: www.tvcanal13.com.br

Categorias: -

Deixe uma resposta